(11) 99924-3501
Como funciona o tratamento para dependente químico

Como funciona o tratamento para dependente químico


O crescimento do uso de drogas entre indivíduos de diferentes perfis e classes sociais gera a necessidade de conhecermos um pouco mais sobre como funciona o tratamento para dependentes químicos.

O processo de desintoxicação e a terapia são fases essenciais no tratamento.

Como funciona a desintoxicação

Trata-se de um processo necessário para reestruturar as funções metabólicas, e também a estabilidade emocional do dependente químico.

O tempo que o organismo vai demorar para se estabilizar depende do nível de toxicidade, quais eram as substâncias utilizadas e a reação do dependente com relação ao tratamento.

Essa parte inicial do tratamento vai reduzindo os sintomas de abstinência no início, e isso contribuiu bastante para reabilitação física e psicológica necessária, para que o paciente siga firme no tratamento e o finalize, se recuperando.

Uma equipe especializada e multidisciplinar é indispensável nessa fase, pois deve-se avaliar com detalhes o estado clínico e psíquico do usuário. Essa análise possibilita adotar uma terapia especializada, para desintoxicar o organismo do dependente e controlar o problema para enfrentar os passos seguintes.

Etapas importantes do tratamento

  • Uso de medicação: as medicações devem ser ministradas de forma individualizada, de acordo com o nível de dependência de cada dependente químico. O acompanhamento deve ser feito 24 horas por dia, para evitar que o usuário fique dependente dos medicamentos, já que o organismo vai procurar uma substituição para a substância que era utilizada antes com frequência. Se for o caso, o médico poderá incluir medicações para aliviar dor no corpo e antidepressivos.
  • Apoio psicológico: o apoio e a presença da família são indispensáveis para o tratamento, bem como o acompanhamento psicológico e psiquiátrico para amenizar os impactos da abstinência. Os especialistas devem estar disponíveis, para analisar a situação a cada momento. Ansiedade e depressão são distúrbios que podem aparecer nessa fase de abstinência, e por isso o trabalho da equipe é essencial para ajudar o paciente, para que ele não tenha principalmente, uma recaída.
  • Incentivo a mudança: é importante que o paciente tenha consciência que precisa mudar o estilo de vida e o comportamento desse momento para adiante. Por isso, é imprescindível evitar contato com amigos que usam drogas e outros fatores que desencadearam o transtorno. A família deve ser orientada a impedir a aproximação do paciente com qualquer lugar suspeito de consumo de substâncias ilícitas. O uso de bebida alcoólica também deve ser evitado, para que uma substância não seja substituída pela outra.

 

Nessa fase, é muito importante conversar bastante com o paciente, para que ele não desista do tratamento, pois são fases difíceis, mas necessárias para que ele tenha sucesso e tenha uma expectativa boa quanto ao futuro.

O uso de drogas tem aumentado bastante, o que causa transtornos a ordem social. Por isso, a família não pode hesitar em buscar soluções imediatas para o tratamento do dependente químico.

O tratamento, e muitas vezes a internação em uma clínica de recuperação são o caminho mais seguro para que o individuo possa reintegrar a sociedade de uma maneira mais harmônica e ter esperança por uma vida melhor.

Blog

Comunidades Terapêuticas o que são:
07/02/2022

Comunidades Terapêuticas o que são:

As comunidades terapêuticas prestam serviços a pessoas com transtorno de uso abusivo de substâncias psicoativas ou dependência de drogas e álcool

Aceitamos Convênios Médicos

convênios